PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Facebook estuda reembolsar anunciantes por interrupção da rede

Brandon Kochkodin e Sarah Frier

14/03/2019 11h13

(Bloomberg) — O Facebook atravessa uma das interrupções mais abrangentes e persistentes de seu sistema, e usuários em todo o mundo ficaram impossibilitados de acessar a rede social e serviços como Instagram e Messenger em grande parte da quarta-feira e nesta quinta-feira.

A partir do meio-dia da quarta-feira, horário de Nova York, os usuários encontraram páginas apenas parcialmente carregadas ou nenhum conteúdo, acompanhadas por uma mensagem que informava a ocorrência de um erro. Vários anunciantes de marcas afirmaram no Twitter que o sistema de compra de propagandas do Facebook também tinha caído. Por volta das 18h30, o Facebook informou que ainda estava investigando o impacto geral, "inclusive a possibilidade de reembolso para os anunciantes".

As vendas de anúncios são a força vital da empresa, e a persistência das dificuldades poderia ter um custo alto. Com base nas estimativas de vendas de 2019, projeta-se que o Facebook vai gerar uma receita média diária de cerca de US$ 189 milhões.

Os relatórios no Downdetector, um site para relatar problemas em aplicativos e sites, variaram desde problemas para entrar na conta até a incapacidade de publicar comentários ou fotos. Nos EUA, a região de Nova York, partes da Califórnia e a região de Seattle estão entre as afetadas, de acordo com o Downdetector. O problema também ocorreu em lugares como Japão, Filipinas, Peru e grandes cidades da Austrália.

Os usuários citaram problemas não apenas com o Facebook, mas também com o site de compartilhamento de fotos Instagram, com as ferramentas de mensagens Messenger e WhatsApp e com os dispositivos de realidade virtual Oculus. O Instagram, no entanto, retomou o serviço pouco depois da meia-noite, segundo afirmou o aplicativo em sua conta oficial no Twitter.

Alguns usuários encontraram uma mensagem que indicava que o Facebook estava inativo para manutenção. "Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para acessar a família de aplicativos do Facebook. Estamos trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível", disse um porta-voz do Facebook.

A grande interrupção não ocorreu em um bom momento para o Facebook, que já tem sido criticado por revelações de que não conseguiu proteger dados dos usuários nem estancar a disseminação de discurso de ódio, notícias falsas e outras formas de informação enganosa. A reputação do Facebook foi prejudicada depois que sua plataforma foi usada por trolls russos para interferir na eleição presidencial dos EUA em 2016.

Uma investigação do Departamento de Justiça dos EUA sobre as práticas de compartilhamento de dados da empresa foi ampliada para incluir um grande júri, disse uma pessoa com conhecimento do assunto na quarta-feira.

—Com a colaboração de Maggie Otte.

Repórteres da matéria original: Brandon Kochkodin em N York, bkochkodin@bloomberg.net;Sarah Frier em San Francisco, sfrier1@bloomberg.net