PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Preço de chip cai e Samsung alerta para resultados fracos

Sam Kim

26/03/2019 15h03

(Bloomberg) -- A Samsung Electronics informou que seus resultados financeiros no primeiro trimestre serão mais baixos do que o estimado pelo mercado por causa da queda de preço dos chips de memória, uma surpreendente advertência sobre os lucros antes da divulgação dos resultados preliminares, programada para o início do mês que vem.

Os preços dos chips de memória e dos monitores caíram mais que o esperado, o que provocou o déficit, informou a companhia com sede em Suwon, na Coreia do Sul, em um comunicado divulgado nesta terça-feira. A empresa afirmou que usará seus recursos para manter a competitividade de preço no mercado.

O alerta da maior fabricante de chips do mundo põe em evidência um mergulho mais profundo do que o previsto nos preços de chips de memória em meio à estagnação do mercado de smartphones. Isso tem se exacerbado pela desaceleração econômica global e por tensões comerciais entre os EUA e a China que afetaram a demanda pelos semicondutores, que respondem pela maior parcela dos lucros da Samsung.

Os preços da memória dinâmica de acesso aleatório (DRAM) caíram quase 30 por cento em relação à queda de 25 por cento inicialmente prevista no primeiro trimestre, "o que resultou no maior declínio em uma única temporada" desde 2011, afirmou a TrendForce em 5 de março. Os níveis de estoque também continuaram subindo depois que os preços dos contratos caíram no quarto trimestre, de acordo com a empresa de pesquisa.

Junto com a SK Hynix e a Micron Technology, a Samsung controla a maior parte do mercado de chips DRAM, usados para armazenar dados em servidores e computadores pessoais. A Samsung informou em janeiro que reduzirá os gastos neste ano para se concentrar na rentabilidade de suas operações de memória, cujo lucro líquido sofreu a maior queda em dois anos.

A Samsung costuma fornecer uma estimativa de sua receita e de seu lucro operacional alguns dias após o fim de cada trimestre. A empresa, em seguida, fornece uma análise completa de seu desempenho no final do mesmo mês, em uma teleconferência com os investidores.

Além dos problemas com os chips de memória, a Samsung tem tido dificuldade para conter o declínio nas vendas de smartphones, porque os consumidores estão esperando mais tempo para trocar de aparelho. Sua divisão de monitores, que fornece telas de smartphones para a Apple, também foi prejudicada por vendas inferiores ao esperado de aparelhos iPhone e pela concorrência de fabricantes chinesas de monitores e televisores.

--Com a colaboração de Ian King e Sohee Kim.