PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Após Nubank, chinesa Tencent investe em fintech na Argentina

Jorgelina do Rosario e Carolina Millan

23/04/2019 10h43

(Bloomberg) -- A gigante chinesa de internet Tencent Holdings está adquirindo uma participação no aplicativo de pagamentos móveis Uala, da Argentina, se juntando no projeto a sócios como o Goldman Sachs e os bilionários George Soros e Steve Cohen.

O investimento será usado para continuar desenvolvendo a fintech na segunda maior economia da América do Sul, de acordo com o fundador e presidente Pierpaolo Barbieri. A Tencent tem poucas empreitadas na América Latina, sendo uma delas a injeção de US$ 90 milhões no brasileiro Nubank, anunciada em outubro.

A decisão da Tencent coincide com um momento de recessão e disparada da inflação na Argentina após a crise cambial de 2018. O investimento estrangeiro direto recuou em meio ao nervosismo com a eleição presidencial em outubro.

"A Tencent investe porque aposta no que vai acontecer na Argentina nos próximos 10 anos e não no que vai acontecer nos próximos seis meses", disse Barbieri em entrevista por telefone de Buenos Aires. Ele se recusou a revelar a quantia investida.

A Uala emitiu mais de 500.000 cartões pré-pagos entre outubro de 2017 e dezembro de 2018, esperando crescer no longo prazo em um país onde menos da metade da população tem conta no banco. A companhia vai lançar uma nova versão do aplicativo na quarta-feira e pretende oferecer empréstimos no sistema ainda neste ano.

Repórteres da matéria original: Jorgelina do Rosario em Buenos Aires, jdorosario@bloomberg.net;Carolina Millan em Buenos Aires, cmillanronch@bloomberg.net

PUBLICIDADE