PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Cinco assuntos quentes para o Brasil na semana

Josue Leonel

29/04/2019 06h50

(Bloomberg) -- EUA seguem no topo da pauta dos mercados na semana com reunião do Fomc, fala de Powell e payroll. PIB na sexta superou estimativas, mas teve contraponto de inflação contida, que abrandou impacto no dólar. BoE terá decisão e ainda saem PMI na China e PIB europeu. No Brasil, produção industrial e emprego podem reforçar ideia de atividade fraca e Itaú divulga balanço. Na Câmara, feriado pode prejudicar tramitação da reforma. Veja principais temas:

Decisão do Fed

Fomc tem reunião na quarta-feira e mercado espera que a taxa de juros seja mantida inalterada. Após o encontro, chairman Jerome Powell fará pronunciamento. Mesmo sem mudança na taxa, mercado vai escrutinar a fala de Powell e o comunicado em busca de eventuais mudanças no tom dovish que vinha sendo mantido pelo Fed, uma vez que os últimos indicadores da economia americana vieram positivos.

Payroll americano e PMI chinês

Agenda pesada de indicadores nos EUA terá payroll como destaque, além do ISM, ADP, pedidos às fábricas e bens duráveis. Estimativa mediana do mercado aponta criação de 185.000 empregos em abril. Fora dos EUA, China divulga PMIs, com expectativa de leve alta. Na Europa, BOE define juros e sai o PIB da zona do euro.

Reforma na comissão

Com o feriado de 1º de maio na quarta-feira, a consultoria Arko considera que na semana serão realizadas, no máximo, duas sessões. Já o prazo de 10 sessões para apresentações de emendas deve ser encerrado no dia 15 de maio, estimou a Arko na semana passada. Para a consultoria, a votação da matéria em 1º turno em plenário na Câmara deve acontecer até meados de agosto. A XP, porém, não espera sessões na semana.

Atividade fraca

Expectativa para dados de atividade na semana não é animadora para o encerramento do 1º trimestre do governo Bolsonaro. Produção industrial de março sai no dia 3 e estimativa mediana aponta queda de 0,8% m/m e 4,9% a/a. Taxa de desemprego do mesmo mês sai ainda no dia 30 de abril e deve subir de 12,4% para 12,9%, segundo a pesquisa Bloomberg. Agenda ainda prevê resultado fiscal e IGP-M.

Safra de balanços

Itaú divulga resultado no dia 2 de maio e é o principal destaque da temporada de balanços na semana, que ainda terá números do Santander, Gol, Natura e Klabin, entre outros. Na semana passada, Bradesco divulgou resultado acima das estimativas.