PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Políticos do Brasil brigam por poder diante de crise venezuelana

Flávia Said

30/04/2019 20h25

(Bloomberg) -- Enquanto a crise na Venezuela escala, membros do mais alto establishment político brasileiro brigam sobre quem tem autoridade para lidar com a situação.

O vice presidente Hamilton Mourão reiterou a política do Brasil de não-intervenção no país vizinho em entrevistas na terça-feira. Horas depois, o presidente Jair Bolsonaro twittou que qualquer decisão sobre o assunto seria decidida "exclusivamente" pelo presidente da República. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em seguida postou um tweet afirmando que uma declaração de guerra seria prerrogativa do Congresso.

Em entrevista à Bandeirantes, Bolsonaro disse que as chances de que o Brasil participe, mesmo indiretamente, de intervenção armada na Venezuela, são "quase zero". Embora as divergências não representem uma mudança na política brasileira em relação à Venezuela, elas expõem mais uma vez a tensão entre o presidente e seu vice e a relação desconfortável entre o presidente e o presidente da Câmara.

--Com a colaboração de Samy Adghirni.