PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Agronegócio

China eleva importação de soja e compra mais do Brasil

Bloomberg News

08/05/2019 10h17

(Bloomberg) -- As importações de soja da China, maior compradora global da oleaginosa, subiram 10% em abril em relação ao mesmo período do ano passado, um reflexo de maiores compras da América do Sul no período de colheita.

A China comprou 7,64 milhões de toneladas de soja no mês passado, o maior volume desde setembro, segundo dados aduaneiros oficiais.

As esmagadoras chinesas aumentaram as importações do Brasil, o maior fornecedor do país, acelerando o ritmo dos embarques da América do Sul.

Se a oferta da América do Sul for suficiente, a China poderia suspender embarques dos Estados Unidos caso não haja avanço das negociações comerciais.

As importações de soja da China no período maio-junho devem somar 14 milhões de toneladas, abaixo dos 18,4 milhões de toneladas do mesmo período do ano anterior, diante da menor demanda por farelo de soja em consequência do surto da febre suína africana, que reduziu o rebanho de suínos, disse o Centro de Informação Nacional de Informação sobre Grãos e Óleos da China (CNGOIC).

As importações de soja nos primeiros quatro meses caíram 7,9%, para 24,4 milhões de toneladas.

As importações de óleo vegetal comestível totalizaram 519 mil toneladas em abril.

As importações de soja da China em 2019-2020 podem subir para 89 milhões de toneladas, puxadas por rebanhos com suínos mais gordos, o que pode aumentar a demanda por farelo de soja, segundo o CNGOIC.

To contact Bloomberg News staff for this story: Shuping Niu em Beijing, nshuping@bloomberg.net

Agronegócio