IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Trump usou mesma estratégia da Amazon para escapar de impostos

Laura Davison

08/05/2019 16h05

(Bloomberg) -- O presidente Donald Trump gosta de reclamar que grandes corporações, como a Amazon.com, estão fugindo de suas responsabilidades fiscais. No entanto, por pelo menos uma década, Trump não pagou nada ou muito pouco em impostos federais, recorrendo a algumas das mesmas generosas isenções fiscais que a gigante de varejo on-line e outras empresas usaram para reduzir os impostos.

Os negócios de Trump registraram enormes prejuízos, e seus hotéis e cassinos conseguiram isenções devido aos altos valores descontados por depreciação dos ativos, o que significa que Trump pagou impostos por apenas dois anos entre 1985 e 1994, segundo registros tributários obtidos pelo jornal New York Times. Trump, então um empreendedor imobiliário, acumulou prejuízo de US$ 1,17 bilhão nesse período, de acordo com os documentos.

Com seu maior interesse em concorrer às eleições para presidente, Trump começou a reclamar que as empresas americanas não estavam pagando impostos suficientes. Ele tuitou em 2015: "se a @amazon tivesse que pagar impostos justos, sua ação seria esmagada e desmoronaria como um saco de papel." Desde então, Trump tem enviado vários tuítes criticando o baixo nível de impostos pagos pela empresa.

Trump recorreu a itens do código tributário dos EUA para reduzir suas despesas com impostos por muitos anos, os mesmos recursos que a Amazon usou para não pagar impostos federais sobre os rendimentos nos últimos dois anos. A empresa - comandada por Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo - conseguiu receber restituição de impostos nos últimos dois anos, mesmo tendo registrado lucro. A empresa aproveitou perdas que ocorreram antes de começar a dar lucro, relacionadas a baixas contábeis de depósitos e centros de distribuição, além de outros incentivos fiscais.

As informações tributárias de Trump mostram que o presidente só pagou impostos durante dois anos durante a década avaliada pelo Times, de acordo com reportagem do jornal. Trump tem um passivo de cerca de US$ 1,5 milhão em impostos, por causa do imposto mínimo alternativo, uma barreira que impede os ricos de solicitarem tantos créditos tributários e deduções que acabam não pagando nenhum imposto.

A reforma tributária de Trump em 2017 eliminou o imposto mínimo alternativo para empresas, mas a Trump Organization tem várias unidades isentas de impostos e não foi afetada por essa mudança. A cobrança do imposto para os indivíduos foi amplamente reduzida e agora atinge muito menos os contribuintes.

Trump se gabou de não pagar impostos federais, como evidência de que é "inteligente". Enfatizou sua perspicácia com os negócios na campanha presidencial de 2016 e durante a presidência. No entanto, segundo a reportagem do Times, as perdas de Trump em 1990 e 1991, que totalizaram US$ 250 milhões por ano, representaram mais do que o dobro das perdas de um contribuinte individual mais próximo da base de dados de pessoas de alta renda do IRS.

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Marisa Castellani, mcastellani7@bloomberg.net

Mais Economia