IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Aeroportos europeus prometem zerar emissões de carbono até 2050

Christopher Jasper

26/06/2019 10h49

(Bloomberg) -- Quase 200 aeroportos administrados por 40 operadoras se comprometeram em zerar as emissões de carbono nos hubs europeus até 2050, em uma resposta do setor de aviação às pressões para que façam sua parte no combate às mudanças climáticas.

O Conselho Internacional de Aeroportos (ACI, na sigla em inglês) também recomendou que o setor desenvolva outras medidas além das estabelecidas pelo Esquema de Compensação e Redução de Carbono para a Aviação Internacional, conhecido pela sigla CORSIA. O órgão tem sido criticado por permitir que as operadoras comprem unidades de emissão equivalentes aos seus requisitos de compensação, em vez de se concentrarem totalmente em reduzir a produção de CO2.

"Os aeroportos da Europa têm liderado a ação climática com reduções anuais anunciadas todos os anos na última década", disse Michael Kerkloh, presidente do ACI Europa e presidente do aeroporto de Munique, em comunicado. "O compromisso de hoje traz uma nova dimensão para isso - sem compensações."

Cerca de 43 aeroportos europeus já são neutros em carbono, mas, excluindo as compensações, o número de terminais com nível zero de emissão líquida de carbono é de apenas três, todos aeroportos de menor porte na Suécia.

Mais Economia