PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Amazon pode ser investigada por endosso irregular de produtos

David McLaughlin

23/07/2019 07h52

(Bloomberg) -- A Amazon.com deve ser investigada por reguladores dos Estados Unidos por não divulgar aos consumidores que recomendações de alguns produtos foram feitas por pessoas que recebem comissões pelo endosso durante a promoção Prime Day, segundo um grupo de defesa do consumidor.

A Public Citizen, com sede em Washington, pediu à Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês), em uma carta com data de terça-feira, que examine o programa de associados da varejista on-line, usado para estimular vendas boca-a-boca na plataforma em troca de comissões.

"Quando os consumidores consideram a recomendação de um associado para a 'melhor compra', é de interesse material saber se o associado tem interesse monetário em garantir que o consumidor, de fato, compre", escreveu o presidente da Public Citizen, Robert Weissman.

A Amazon entra cada vez mais no radar de Washington sobre suas práticas de concorrência. Como parte de um acordo com o Departamento de Justiça, a FTC assumiu a responsabilidade por uma possível investigação antitruste contra a Amazon. A agência investiga casos de propaganda enganosa.

A Amazon, que tem sede em Seattle, não respondeu a um e-mail com pedido de comentários.

O Amazon Prime Day, uma promoção de dois dias realizada no verão do hemisfério norte, foi lançado em 2015 para atrair novos membros Prime, que pagam taxas mensais ou anuais por descontos de envio e outras vantagens.

No programa de associados da Amazon, críticos selecionados encaminham seu público para produtos na Amazon em troca decomissões em posteriores vendas. A Public Citizen argumentou que esses críticos recebem pelo endosso, o que requer a divulgação da informação.

A Public Citizen disse que encontrou vários exemplos de recomendações do Prime Day, como posts no Instagram, sem divulgação do endosso ou com informações inadequadas. A organização reconhece que algumas recomendações podem ser genuinamente independentes.