PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Negociações do Brexit são adiadas em batalha contra coronavírus

Timothy Ross e Ian Wishart

17/03/2020 14h21

(Bloomberg) -- As negociações entre Reino Unido e União Europeia sobre a relação pós-Brexit foram adiadas por causa do coronavírus, o que aumenta a pressão para que o primeiro-ministro britânico Boris Johnson adie a saída definitiva do país do bloco no fim do ano.

A rodada de discussões de quarta-feira, que seria realizada por videoconferência, poderia ser retomada ao longo da semana, segundo duas pessoas com conhecimento do assunto que não quiseram ser identificadas.

"Ambos os lados permanecem totalmente comprometidos com as negociações e mantemos contato regular com a Comissão Europeia para considerar formas alternativas de continuar as discussões", afirmou o governo do Reino Unido em comunicado.

O atraso reduz uma janela de tempo já estreita para os dois lados fecharem um acordo comercial. Johnson ameaçou abandonar as conversas em junho caso não houvesse chance de acordo. Se não houver, o Reino Unido e a UE deixariam de negociar sob os termos da Organização Mundial do Comércio, ou seja, com o retorno de tarifas e cotas.

"Mesmo que o Reino Unido consiga exatamente o que deseja neste acordo, será um grande choque para a economia britânica", disse Christophe Bondy, sócio do grupo de Direito do Comércio Internacional e Investimento da Steptoe & Johnson, de Londres. "Impor um choque duplo neste momento seria extremamente desafiador", afirmou a um comitê parlamentar na terça-feira.

Até agora, o governo descartou estender o prazo que acaba no fim do ano.

©2020 Bloomberg L.P.