PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Impacto econômico de pandemias dura décadas, segundo estudo

Pesquisadores da Unicamp trabalham com amostra do coronavírus para criar um teste local - Divulgação/Unicamp
Pesquisadores da Unicamp trabalham com amostra do coronavírus para criar um teste local Imagem: Divulgação/Unicamp

Jill Ward

27/03/2020 11h43

A pandemia do novo coronavírus poderia afetar a economia durante décadas se padrões do passado servirem de guia, segundo pesquisadores que se basearam em dados que remontam ao século 14.

Em estudo sobre 12 significativas pandemias bem como conflitos armados, os economistas Oscar Jorda, Sanjay Singh e Alan Taylor, da Universidade da Califórnia em Davis (EUA), concluíram que as pandemias reduzem as taxas de juros reais, levam a pequenos aumentos dos salários reais e pesam sobre o investimento.

Os salários reais mostram ligeira alta devido à falta de mão de obra, disseram, e juros reais mais baixos dão margem fiscal para que governos mitiguem os impactos econômicos.

"Se as tendências seguirem os mesmos padrões na covid-19, ajustadas à escala desta pandemia, a trajetória econômica global será muito diferente do que era previsto há algumas semanas", escreveram no estudo.

"As pandemias são seguidas por períodos contínuos, durante várias décadas, de oportunidades de investimento limitadas."

A principal ressalva identificada pelos economistas é que as pandemias passadas ocorreram numa época em que praticamente nenhum membro da sociedade sobrevivia até a velhice.

"A Peste Negra e outras pragas atingiram populações com a parte principal da pirâmide etária abaixo de 60 anos, então, desta vez, pode ser diferente", disseram.

Coronavírus liga alerta pelo mundo