PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Fundos do mercado monetário tentam evitar retornos negativos

Maria Elena Vizcaino, Alex Harris e Emily Barrett

08/05/2020 15h46

(Bloomberg) -- Fundos mútuos do mercado monetário, refúgios de último recurso para investidores que buscam preservar capital, mais uma vez tentam navegar em um ambiente de taxa de juros zero. O problema desta vez? Possuem o dobro de posições em dinheiro.

Ativos de fundos do mercado monetário subiram para um recorde de US$ 4,77 trilhões em meio à fuga para investimentos seguros. Mais de três quartos desse total está estacionada em Treasuries e outros fundos do governo considerados os menos arriscados, segundo dados do Instituto das Empresas de Investimento, em parte por causa das reformas regulatórias em 2016 que provocaram um êxodo dos fundos prime.

Gigantes do setor, como Vanguard e Fidelity Investments, já fecharam alguns fundos para novos investidores. Há especulações de que as taxas de administração possam ser eliminadas por algumas empresas do setor. E gestores são mais criativos nos investimentos. É todo um esforço para preservar algum tipo de retorno positivo para clientes, uma tarefa que pode ficar mais difícil quando operadores começam a apostar em juro negativo do Federal Reserve.

"Dentro de um fundo monetário do Tesouro, em particular, você fica espremido em uma caixa bastante pequena em termos de qual é seu conjunto de oportunidades", disse Joe Lynagh, chefe de gestão de caixa da T. Rowe Price, que administra US$ 55 bilhões em fundos do mercado monetário.

O Tesouro dos EUA emitiu mais de US$ 1,5 trilhão em títulos a fim de financiar programas de estímulo e tapar o buraco das receitas fiscais em meio às medidas econômicas para conter o surto de coronavírus. Embora isso tenha proporcionado uma oferta muito necessária de ativos para compras de fundos monetários, os rendimentos são baixos e a taxa básica do Federal Reserve está ancorada perto de 0% no futuro próximo.

A queda de entradas em fundos do mercado monetário ocorreu mesmo quando o rendimento dos próprios fundos está perto de zero. No ano passado, os rendimentos dos fundos ficaram acima de 2%. Atualmente, a média dos 11 maiores fundos do governo é de cerca de 20 pontos-base e a média dos 11 maiores fundos monetários prime é de 64 pontos-base, de acordo com a State Street Global Advisors.

©2020 Bloomberg L.P.