PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Casos de Covid-19 em Porto de Santos preocupam terminais

Fabiana Batista

13/05/2020 08h42

(Bloomberg) -- Trabalhadores portuários começam a adoecer devido à pandemia de coronavírus, que atinge um dos portos mais movimentados da América Latina.

Pelo menos três terminais privados que exportam soja, milho, açúcar e café no Porto de Santos registraram dois casos cada um de Covid-19 nas últimas duas semanas, de acordo com pessoas com conhecimento direto do assunto.

Embora os casos ainda não tenham restringido as operações, os terminais tentam conter o surto em um momento de alta recorde das exportações e filas de navios.

Um dos terminais implementou medidas rigorosas de distanciamento social, bem como um plano de contingência que inclui a contratação de trabalhadores terceirizados, caso o absenteísmo entre os 500 funcionários coloque em risco as operações, disse uma das pessoas. Os dois trabalhadores infectados se recuperaram e podem voltar ao trabalho nesta semana, disse a pessoa. Dois funcionários que ficaram doentes em um terminal de estufamento de café em container em Santos também se recuperaram, disse outra pessoa.

A ameaça do coronavírus também está do outro lado do Porto de Santos. Dois navios cargueiros que chegaram a Santos estão em quarentena com casos confirmados de Covid-19 na tripulação, segundo informações publicadas no site da Anvisa.

Desde o início da pandemia, 17 tripulantes de navios que passavam pelo porto precisaram de cuidados médicos por problemas respiratórios, 13 dos quais deram resultado positivo para o Covid-19, informou a secretaria de saúde de Santos.

O coronavírus se espalha rapidamente pelo Brasil, o que leva autoridades a aumentarem as restrições. Grandes cidades, como Fortaleza e Belém, impuseram rigorosas quarentenas. A cidade de São Paulo limitou o tráfego de veículos, e o Rio de Janeiro pretende estender quarentenas.

Em Santos, o número de casos e mortes aumentou. Unidades de Terapia Intensiva estão quase saturadas com cerca de 80% de ocupação, segundo a secretaria de saúde da cidade.

©2020 Bloomberg L.P.