PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Marfrig e ADM apostam em dobro da demanda por carne vegetal

Tatiana Freitas

28/05/2020 16h02

(Bloomberg) -- O mercado de carne vegetal nas Américas deve dobrar nos próximos anos, à medida que os consumidores buscam alternativas às proteínas animais, de acordo com dois gigantes tradicionais do agronegócio.

Esse tipo de perspectiva de crescimento ajuda a explicar por que a trading agrícola Archer-Daniels-Midland Co. e a Marfrig Global Foods, segunda maior produtora mundial de carne bovina, estão unindo forças em uma joint venture para produção e vendas de produtos à base de proteínas vegetais na América do Norte e do Sul.

O mercado de carne à base de plantas nas Américas, hoje estimado em US$ 2 bilhões, pode mais que dobrar nos próximos cinco anos, disseram as empresas em resposta enviada por e-mail. A nova empresa, chamada PlantPlus Foods, terá 70% da Marfrig e 30% da ADM.

Em uma parceria formada há cerca de um ano, as empresas desenvolveram hambúrgueres sem carne que abastecem os restaurantes Burger King e Outback no Brasil. Com a joint venture, elas pretendem ganhar escala e novos mercados. A Marfrig produzirá hambúrgueres sem carne, salsichas e embutidos em suas instalações no Brasil e nos EUA, onde opera por meio da National Beef. A ADM fornecerá conhecimento técnico em aplicação para desenvolvimento de um sistema combinando ingredientes, aromas e base vegetal.

Para a Marfrig, a mudança está alinhada com seu objetivo de aumentar a participação de alimentos processados nas vendas. Para a ADM, é "o próximo passo para atender à crescente demanda dos consumidores por proteínas alternativas", disse o CEO Juan Luciano em comunicado. E para empresas especializadas em "carnes sem carne", como Impossible Foods e Beyond Meat, significa mais concorrência.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia