PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Coronavírus impulsiona gigante de ar-condicionado do Japão

Gearoid Reidy e Ayaka Maki

22/06/2020 16h05

(Bloomberg) -- Empresas do mundo inteiro são afetadas pela ameaça de curto prazo do coronavírus e pelo espectro de longo prazo das mudanças climáticas. A gigante de ar-condicionado japonesa Daikin Industries pode ser uma das poucas que poderiam se beneficiar de ambos os fatores.

Com valor de mercado perto de 5 trilhões de ienes (US$ 47 bilhões), a maior fabricante mundial de aparelhos de ar-condicionado se beneficia de um período de oito anos quase ininterruptos de valorização, o que elevou as ações em mais de 700%. Agora, a empresa é a 19º maior ação do índice Topix, valendo mais do que o segundo maior megabanco do Japão.

O desempenho superior é ajudado por um aumento acentuado do interesse em ventilação. De repente, todo mundo quer saber como os aparelhos de ar-condicionado funcionam e como podem ajudar a impedir a propagação do coronavírus. À medida que o Japão entra no pico da temporada de verão para a instalação de aparelhos de ar-condicionado, a Daikin tem promovido seu novo modelo, com a capacidade oportuna e única de trazer o ar de fora para o interior dos ambientes.

A pandemia transformou muitos em germófobos, e consumidores ficaram surpresos ao saber que a maioria dos aparelhos de ar-condicionado apenas circula o ar interiormente - o calor, e não o ar, é movido para fora. O modelo Urusara X da Daikin é diferente, com a tecnologia que permite a entrada de ar fresco de fora. A empresa diz que é o único modelo com essa capacidade.

"No entanto, ele não remove o ar de dentro para fora", alerta um porta-voz da Daikin. Ele recomenda usá-lo em combinação com a abertura periódica das janelas. A Daikin, com uma participação de 18% no mercado de ar-condicionado residencial do país, observa aumento da demanda por aparelhos, disse.

O tipo mais popular do modelo no maior site de comparação de preços do Japão é vendido por 180.000 ienes (US$ 1.680), equipado com a tecnologia de purificação do ar da Daikin, que mata vírus.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia