PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Ouro é guiado por liquidez, não juros reais, diz CrossBorder

Bloomberg News

11/08/2020 11h26

(Bloomberg) -- Os preços de ouro têm sido guiados principalmente por oscilações na liquidez global, e as cotações podem chegar a US$ 3.000 a onça, de acordo com a CrossBorder Capital, em contraste com o argumento de que o metal precioso é puxado pelos juros reais.

O ativo "é principalmente um fenômeno de liquidez, onde o excesso de liquidez eleva o preço do ouro", disse a CrossBorder em relatório. "Isso faz sentido porque o papel-moeda evoluiu como substituto do ouro. Portanto, mais papel-moeda deve significar que a taxa de troca entre o papel e o ouro se deprecia."

O ouro atingiu recorde e superou os US$ 2.000 neste ano devido aos estragos da pandemia de coronavírus na economia global, o que levou bancos centrais, incluindo o Federal Reserve, e governos a implementarem estímulos sem precedentes.

Na segunda-feira, o diretor-presidente da Barrick Gold, Mark Bristow, disse que o fluxo de dinheiro de alívio da pandemia deve elevar o piso do ouro. A maior demanda pelo ativo, visto como refúgio, coincide com juros reais nos EUA abaixo de zero, e muitos observadores do mercado sugerem uma relação causal e inversa entre os dois.

"A relação entre a liquidez e o ouro é estatisticamente robusta e simplesmente atesta que um aumento de 10% na liquidez em dólar dos EUA leva a uma variação de 12% no nível de preços do ouro, cerca de três meses depois", disse a CrossBorder, consultoria fundada por Michael Howell, ex-diretor de pesquisa do Salomon Bros. "O ouro não é guiado por taxas de juros reais, como se afirma amplamente", acrescentou.

Além da liquidez, o ouro também é moldado por quatro fatores menores: inflação futura, apetite por risco de investidores, papel do Fed e fuga de capital de mercados emergentes, disse a CrossBorder, que tem sede em Londres.

"A liquidez atualmente cresce a taxas anuais sem precedentes e esses períodos anteriores se mostraram inflacionários", segundo a CrossBorder. "Estimamos que os fatores cíclicos podem adicionar 15% no topo desta tendência de liquidez mais rápida, e assim permitir que o preço do ouro teste US$ 3.000 no final de 2021."

©2020 Bloomberg L.P.