IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Frota de veículos leves triplicará no Brasil até 2050, aponta EPE

13/08/2014 20h55

Rio de Janeiro, 13 ago (EFE).- O Brasil multiplicará por três sua frota de veículos leves antes de 2050, até alcançar os 130 milhões em circulação, segundo as projeções do estudo Cenário Econômico 2050 divulgado nesta quarta-feira pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

O estudo, elaborado com contribuições do governo e várias associações empresariais, sustenta que nos próximos 25 anos haverá 1,7 brasileiro por veículo (5,7 em 2011), nível similar ao de países como o Reino Unido, Espanha ou Alemanha.

A frota brasileira de veículos leves crescerá mais rápido que a população, que passará dos 200 milhões de habitantes atuais aos 225 milhões em 2050, segundo os cálculos da EPE.

O estudo atribuiu o crescimento do setor automobilístico do Brasil nos últimos anos ao aumento da renda per capita dos brasileiros e às políticas nacionais para fomentar a venda de automóveis.

Entre os incentivos do governo estão a abertura de linhas de crédito para a compra de veículos e a redução dos Impostos para Produtos Industriais (IPI), segundo o estudo.

No entanto, a EPE adverte que o aumento da frota de veículos no país agravará os problemas atuais de mobilidade urbana e prejudicará a qualidade do ar em grandes cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo.

Na semana passada, a Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) reduziu suas projeções para 2014, ano que espera finalizar com uma contração de 10% em termos de produção e de 5,4% nas vendas para o mercado interno.

Segundo a Anfavea, 1,82 milhão de veículos foram vendidos no Brasil nos sete primeiros meses deste ano.

O Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de fabricantes de veículos e possui o maior polo de indústria automotiva da América Latina.

jab/ff