Bolsas

Câmbio

Barril do Texas desaba 6,71% e fecha abaixo de US$ 27

Nova York, 20 jan (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quarta-feira em forte queda de 6,71%, para US$ 26,55, seu valor mais baixo desde maio de 2003.

Ao final da sessão de hoje na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em fevereiro caíram US$ 1,91 em relação ao fechamento de ontem.

O petróleo de referência nos Estados Unidos registrou sua pior queda em um só dia desde setembro, em uma sessão na qual chegou a atingir cotação mínima de US$ 26,19. Com a queda de hoje, o WTI acumula uma desvalorização de 25% desde o início do ano.

Os analistas voltaram hoje a atribuir a forte queda do petróleo ao excesso de oferta no mercado e aos temores sobre o efeito causado na demanda pelo arrefecimento econômico na China e o retorno do Irã aos mercados internacionais.

A Venezuela pediu hoje uma reunião ministerial extraordinária da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para fevereiro com o objetivo de que sejam tomadas medidas para conter a queda dos preços do petróleo.

No entanto, a Arábia Saudita e outros produtores do Golfo Pérsico insistem em não mudar a produção atual do grupo em uma tentativa de tirar do mercado produtores alternativos, sobretudo os Estados Unidos.

Já o Irã espera aumentar em breve sua produção dos atuais 2,6 milhões de barris para 3,6 milhões de barris diários, depois do recente levantamento do embargo contra seu petróleo pela União Europeia (UE).

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em fevereiro, ainda os de referência, caíram US$ 0,01, para US$ 1,01 o galão, e os de gasóleo de calefação com vencimento no mesmo mês recuaram US$ 0,05, para US$ 0,86.

Os contratos de gás natural para entrega em fevereiro subiram US$ 0.02, para US$ 2,11 por cada mil pés cúbicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos