Bolsas

Câmbio

Genebra se torna vitrine das tendências da indústria do automóvel

Madri, 28 fev (EFE).- A cidade de Genebra se transformará nesta semana, durante 11 dias, na vitrine das tendências da indústria automobilística, com uma exibição que deslumbrará os visitantes com mais de 120 novidades europeias e mundiais.

A 86ª edição do Salão Internacional do Automóvel começa no próximo dia 3 com a expectativa de receber mais de 700 mil visitantes.

Os visitantes deste estratégico Salão, que tem um papel de ligação entre as bienais de Paris e de Frankfurt, terão uma prévia do que ver nos dois dias anteriores à abertura ao público, já que os meios de comunicação de todo o mundo verão os lançamentos em primeira mão.

Mais de 10 mil jornalistas e profissionais da comunicação estão credenciados para esta edição, que começará com a eleição do Carro do Ano na Europa.

O Carro do Ano 2016 será eleito por um júri de 58 jornalistas especializados, que deverão decidir entre sete finalistas.

O concurso é um dos motivos que coloca o Salão do Automóvel de Genebra entre os cinco eventos mais importantes dos 'Auto Show' mundiais, disse Maurice Turrettini, presidente do 'Motor Show' de Genebra.

O Salão de Genebra reunirá mais de 200 expositores de 30 países, que ocuparão mais de 77 mil metros quadrados nas sete salas do Palexpo, o espaço situado no aeroporto.

A maioria das novidades que serão mostradas a partir desta semana já foram reveladas nas semanas anteriores, mas o Salão de Genebra guarda surpresas de última hora, em uma saudável competição para surpreender os especialistas.

Embora o Salão de Genebra seja especial pela exibição de carros ultra-esportivos e 'concept cars' assinados pelos grandes projetistas de automóveis, nesta nova edição o denominador comum será o dos carros que buscam mobilidade elétrica e condução autônoma, possibilidade que alguns fabricantes já apontam como real a partir de 2020.

Os elétricos e os híbridos constituem uma legião neste Salão, mas ao contrário dos protótipos do última meia década, agora são realidades comerciais que criarão exponencialmente uma oferta comercial, com a qual a indústria busca aceleradamente reduzir o impacto ambiental dos automóveis de hoje.

Nesta linha se destacam as marcas sul-coreanas. A Hyundai, por exemplo, lançará um modelo específico, o Ioniq, que tem propulsão 100% elétrica e duas hibridações, enquanto a Kia apresentará um pequeno utilitário híbrido que pode ser carregado na tomada.

De Genebra espera-se também algum sinal no fator-chave da autonomia elétrica. A companhia chinesa Techrules exibirá um exclusivo sistema de recarga de veículos elétricos por turbina (TREV), um conceito totalmente novo de super esportivo de mais de mil cavalos de potência e dois mil quilômetros de autonomia.

No mundo do automóvel convencional, a indústria espanhola protagonizará uma parte deste Salão. A Seat apresentará formalmente seu primeiro utilitário, batizado de Ateca.

E entre os automóveis que são alvo de paixão está a expectativa sobre o novo da Bugatti, dois novos Ferrari, e outros Lamborghini, McLaren e Pagani.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos