PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Federal Reserve pede cautela em ajuste monetário nos EUA por riscos globais

29/03/2016 14h08

Washington, 29 mar (EFE).- A presidente do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen, afirmou nesta terça-feira que o ajuste montário nos EUA deve ocorrer de maneira "cautelosa" dado os crescentes riscos mundiais, especialmente o arrefecimento da China e a queda dos preços das matérias-primas.

"Considero apropriado que o comitê do Fed proceda de maneira cautelosa no ajuste monetário", afirmou Yellen em uma conferência no Clube Econômico de Nova York.

Em seu discurso, a presidente do Banco Central americano ressaltou que "as condições financeiras e econômicas são menos favoráveis agora do que na reunião de dezembro de 2015", quando foi decidido elevar as taxas de juros até a categoria atual de entre 0,25% e 0,50%.

Como uma das "preocupações", Yellen garantiu que "o ritmo de crescimento global é fortemente influenciado pela China".

"Há muita incerteza sobre o quão suave será a transição na China e o marco político a aplicar para prosseguir com as alterações financeiras que a possam acompanhar", indicou.

Além disso, a presidente apontou que a contínua queda dos preços das matérias-primas e do petróleo pode ter efeitos negativos sobre a despesa dos países exportadores e os investimentos do setor privado.

A próxima reunião do Fed está prevista para 15 e 16 de abril.

Os mercados, que no início de ano apostavam por quatro altas de taxas de juros nos EUA, consideram agora que como máximo ocorrerão duas antes do término de 2016.