Bradesco tem trimestre com lucro menor e alta inadimplência

São Paulo, 28 abr (EFE).- O banco Bradesco, o segundo maior grupo financeiro privado do Brasil, informou nesta quinta-feira que obteve no primeiro trimestre de 2016 um lucro líquido de R$ 4,12 bilhões, 2,9% menor com relação ao mesmo período do anterior.

O resultado dos três primeiros meses do ano foi 5,3% inferior ao registrado no trimestre precedente, quando a entidade obteve R$ 4,35 bilhões.

A margem financeira total aumentou 9,5% frente ao primeiro trimestre de 2015 e foi de R$ 14,8 bilhões.

O lucro líquido ajustado da entidade, ou seja, já excluídos lucro e perdas extraordinários, foi de R$ 4,11 bilhões, 9,8% menor ao do trimestre anterior e 3,8% inferior ao do mesmo período de 2015.

A carteira de crédito foi de R$ 463,2 bilhões no final de março e se manteve praticamente estável em relação ao terceiro mês de 2015, embora tenha se reduzido 2,3% com relação ao quarto trimestre do ano precedente.

O índice de inadimplência, com operações vencidas por mais de 90 dias, aumentou progressivamente nos últimos meses e em março se situou em 4,2%, contra 3,6% registrados no mesmo mês de 2015.

No final do quarto trimestre de 2015 este índice foi de 4,1%, enquanto no terceiro trimestre desse ano se situou em 3,8%.

O Bradesco obteve em 2015 um lucro líquido de R$ 17,1 bilhões, com um aumento de 13,9% com relação ao resultado de 2014. EFE

ass/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos