Bolsas

Câmbio

Papa pede modelo de desenvolvimento que respeite a dignidade humana

Cidade do Vaticano, 1 mai (EFE).- O papa Francisco manifestou neste 1º de maio, Dia do Trabalho, seu desejo de que as autoridades e as instituições promovam um "modelo de desenvolvimento que leve em conta a dignidade humana" e que respeite as leis sobre o trabalho.

O pontífice assim se pronunciou após a oração do "Regina Coeli", que substitui o Ângelus em tempo pascal, e ao lembrar que na segunda-feira começa em Roma uma conferência internacional sobre o mercado de trabalho intitulada "O desenvolvimento sustentável e as formas mais vulneráveis de trabalho".

"Espero que o evento possa sensibilizar as autoridades, as instituições políticas e econômicas e a sociedade civil para que seja promovido um modelo de desenvolvimento que leve em conta a dignidade humana, em pleno respeito à legislação sobre o trabalho e ao meio ambiente", defendeu o pontífice.

Ontem o papa publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter na qual ressaltava que "trabalhar é próprio da pessoa" e "expressa sua dignidade de criatura feita à imagem de Deus".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos