Bolsas

Câmbio

EUA rebaixam crescimento do PIB no segundo trimestre para 1,1%

Washington, 26 ago (EFE).- O governo dos EUA rebaixou nesta sexta-feira a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre do ano para 1,1% contra os 1,2% calculados anteriormente, em linha com o que era esperado pelos analistas.

No primeiro trimestre do ano, a economia americana cresceu a um ritmo anual de 0,8%.

Em seu relatório, o Departamento de Comércio detalhou que a revisão para baixo do avanço do PIB entre abril e junho ocorreu, fundamentalmente, por um menor despesa na construção, e também por um investimento em estoques mais baixo do que o estimado no primeiro cálculo.

O dado positivo foi a força da despesa dos consumidores, que cresceu no segundo trimestre a um ritmo anual de 4,4%, 2 décimos acima da primeira estimativa (4,2%) e a melhor taxa desde o final de 2014.

O frágil crescimento da economia dos EUA durante a primeira metade do ano é um dos fatores que levou o Federal Reserve (Fed) a ser cauteloso sobre uma nova alta das taxas de juros de referência após a realizada em dezembro, a primeira em quase uma década.

Hoje, a presidente do Fed, Janet Yellen, será a protagonista da conferência anual de Jackson Hole (Wyoming), que reúne os governadores dos principais Bancos Centrais do mundo.

Yellen dará nesse encontro um discurso do qual os mercados tratarão de tirar sinais sobre a possível data da seguinte alta de juros, que estão atualmente entre 0,25% e 0,50%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos