Bolsas

Câmbio

Turquia diz que terrorismo em Iraque e Síria é ameaça à segurança energética

Istambul, 10 out (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, advertiu nesta segunda-feira que a presença de grupos terroristas no Iraque e na Síria ameaça o fornecimento mundial de energia e pediu aos outros países que se unam ao Estado turco na luta contra essas organizações.

"O mundo não terá segurança energética se não pudermos limpar esta região (Oriente Médio) de organizações terroristas", alertou o presidente turco durante a abertura da 23ª edição do Congresso Mundial de Energia em Istambul.

Erdogan lembrou que nessa região se concentram "dois terços das fontes de energia do mundo" e garantiu que seu país está fazendo o possível para que esses recursos "cheguem aos mercados mundiais".

Nesse sentido, o presidente lembrou que, apesar de não ser um fornecedor de energia, a Turquia é um país de passagem, e citou como exemplo os gasodutos que levam gás de Rússia, Azerbaijão e Turcomenistão para a Europa.

Por isso, Erdogan pediu que todos os países apoiem a Turquia na luta contra o terrorismo que, segundo ele, não é apenas seu direito, mas uma necessidade.

"É nosso direito lutar contra o terrorismo na Síria e no Iraque", afirmou Erdogan, que disse que a Turquia enfrenta o jihadista Estado Islâmico (EI), as guerrilhas curdas do PKK e do PYD e a confraria islamita de Fetullah Gülen, que o governo incluiu entre os grupos terroristas.

Além disso, Erdogan pediu aos líderes mundiais que trabalhem "lado a lado" para conseguir a paz e a estabilidade na Síria, no Iraque e no Oriente Médio em seu conjunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos