Bolsas

Câmbio

Veículos autônomos criam novas oportunidades, diz gerente da Ford

Guadalajara (México), 6 jul (EFE).- O caminho dos veículos autônomos "está apenas começando", mas já abre muitas oportunidades, motivo pelo qual é fundamental identificar os aspectos que podem funcionar "em interesse da sociedade", declarou nesta quinta-feira Raúl Chávez, gerente de Desenvolvimento de Produto da Ford no México.

Durante a Jalisco Campus Party, evento que ocorre em Guadalajara (oeste do México) e que reúne milhares de jovens talentos, Chávez realizou uma conferência para comentar como a indústria tradicional se aproxima cada vez mais de um novo modelo que abre as portas para novas tecnologias e negócios.

Foi-se o tempo em que o conceito "mobilidade" significava apenas tornar mais "fácil" o percurso entre dois pontos. Agora, é preciso questionar "como conseguiremos nos mover tendo experiências completas", disse o gerente da Ford.

Segundo ele, cerca de 20% dos veículos projetados para 2030 são autônomos, enquanto que para esse mesmo ano se espera que, quanto a veículos novos, o número de carros elétricos seja maior que os de gasolina.

O mais relevante neste sentido é "encontrar modelos de satisfação das novas necessidades que estão sendo encontradas" e aproveitar a análise de dados para saber como melhorar a experiência do usuário e saber o que não se necessita.

Quanto aos veículos autônomos, "o principal benefício vai ser a segurança": "98% dos acidentes rodoviários são responsabilidade das pessoas, são erros humanos".

Chávez indicou que, em longo prazo, graças à tecnologia os veículos poderão identificar três elementos ao longo do deslocamento: outros veículos, a infraestrutura e as pessoas, para agir de uma forma "correta e segura", e com protocolos redundantes que permitam que o sistema não seja bloqueado se um dos componentes falhar.

Quanto aos carros elétricos, Chávez mencionou que os custos destes, que atualmente são um impedimento para que algumas pessoas os adquiram, diminuirão.

Isso porque "a massa de oferta vai crescer", o combustível vai acabar e as leis governamentais para proteger o meio ambiente serão cada vez mais rígidas, comentou.

No turno de perguntas, alguns dos participantes demonstraram preocupação com o risco de a evolução dos veículos autônomos acarretar a perda de postos de trabalho, como para os motoristas de táxis.

Chávez admitiu que estes avanços podem fazer que se percam certos postos, mas por outro lado, e como compensação, também geram "empregos de maior valor agregado" - como no desenvolvimento de aplicativos -, e daí a importância que os jovens se formem em relação com o futuro.

O gerente da Ford fechou sua participação no evento com uma citação de Henry Ford: "Se você acredita que pode, você tem razão. Se você acredita que não pode, também tem razão".

"E eu deixo para vocês a pergunta: podem? Podem fazer algo novo?", desafiou o público.

A Jalisco Campus Party, que se desenvolve em Guadalajara até o próximo domingo, reúne a 25 mil jovens, que participarão de conferências, oficinas e novas atividades que somarão um total de 1,5 mil horas de conteúdo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos