Bolsas

Câmbio

Fed opta pela "paciência" antes de elevar juros nos EUA por baixa inflação

Washington, 11 out (EFE).- O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) considera que é necessário ter "paciência" para prosseguir com o plano de elevação gradual dos juros de referência até que seja constatado o aumento na inflação, segundo revelaram as atas da última reunião do órgão sobre política monetária.

"Foi destacado que é necessário ter paciência para retirar o estímulo monetário enquanto são avaliadas as tendências na inflação", ressaltaram os textos do encontro realizado nos dias 19 e 20 de setembro.

Deste modo, parece ficar no ar a possibilidade de um novo encarecimento do preço do dinheiro nos EUA em dezembro, data da última reunião do ano do Fed sobre política monetária.

"Muitos dos participantes expressaram preocupação que os indicadores de baixa inflação neste ano podem refletir não só fatores transitórios, mas também a influência de eventos que podem se mostrar mais persistentes", acrescentou o documento, que habitualmente divulgado com três semanas de atraso.

A taxa de inflação interanual fechou agosto em 1,9%, abaixo da meta do banco central americano, que é de 2% ao ano.

Os membros do Fed reconheceram que "a interpretação dos novos dados de inflação será provavelmente complicada por uma alta temporária dos custos da energia e dos preços de outros produtos como consequência das alterações e trabalhos de reconstrução" após os furacões que afetaram os estados de Texas, Luisiana, Flórida e também Porto Rico nas últimas semanas.

Na reunião de setembro, o banco central dos EUA, dirigido por Janet Yellen, decidiu manter sem mudanças as taxas de juros básicos na categoria entre 1% e 1,25%.

Ao longo deste ano, o Fed elevou o preço do dinheiro em duas ocasiões e chegou a antecipar até três altas no início de 2017.

Os próximos encontros do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, em inglês) do banco central dos EUA, serão realizados no final de outubro e em meados de dezembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos