Bolsas

Câmbio

Temer terá companhia de 4 presidentes da região no Fórum Econômico Mundial

Genebra, 16 jan (EFE).- A América Latina será representada neste ano no Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos, na Suíça, por cinco presidentes de países da região, entre eles Michel Temer.

O presidente do Fórum Econômico Mundial, Borge Brende, classificou a participação latino-americana como "sem precedentes". Além de Temer, estão confirmados os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, da Colômbia, Juan Manuel Santos, da República Dominicana, Danilo Medina, e do Panamá, Juan Carlos Varela.

Também participará do evento a primeira-ministra do Peru, Mercedes Araóz.

Em entrevista coletiva, Brende, ex-ministro de Relações Exteriores da Noruega, indicou que um dos assuntos em Davos será a crise na Venezuela pelo fato de Medina e o ex-presidente do governo da Espanha José Luis Rodríguez Zapatero estarem no evento.

A República Dominicana tem sediado os diálogos entre a oposição venezuelana e representantes do presidente do país, Nicolás Maduro. Já Zapatero é um dos mediadores dos diálogos entre as partes.

Mais tarde, um porta-voz do Fórum Econômico Mundial afirmou que não haverá um fórum específico sobre a Venezuela no evento, mas sim "diplomacia de portas fechadas" sobre a situação do país.

Tanto Temer como Macri farão discursos no plenário central de Davos. O presidente brasileiro falará à grande audiência do Fórum Econômico Mundial no próximo dia 24. Já o argentino no dia seguinte.

Brende também destacou a grande expectativa para o Fórum Econômico para a América Latina, que será realizado em São Paulo entre os dias 13 e 15 de março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos