PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Barril do Texas fecha em alta de 0,96%

13/07/2018 16h41

Nova York, 13 jul (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta sexta-feira em alta de 0,96%, cotado a US$ 71,01, enquanto o mercado segue avaliando as previsões de fornecimento de petróleo para os próximos meses.

Ao final das operações na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em agosto subiram US$ 0,68 em relação ao pregão de ontem.

Ontem, a Agência Internacional da Energia (AIE) afirmou que os temores de potenciais problemas de abastecimento de petróleo vão continuar, apesar das promessas, principalmente da Arábia Saudita e da Rússia, de colocar mais petróleo para o mercado. No seu relatório mensal, o AIE atribui esses receios à redução da capacidade excedente de produção e calcula que as de Arábia Saudita, Emirados Árabes e Kuwait eram de 2,1 milhões de barris diários em junho.

Se esses três referentes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) bombeiam 500 mil barris diários a mais em julho (a Arábia Saudita chegaria assim a 11 milhões de barris diários), e isto poria mais pressão em relação com o último trimestre do ano, quando espera-se que a entrada em vigor das sanções americanas sobre o Irã reduzam ainda mais as exportações.

Além disso, a produção de petróleo da Venezuela segue em baixa e caiu em junho para 1,34 milhão de barris diários, de acordo com a Opep.

Durante o dia, os investidores também estiveram atentos ao Iraque e a Noruega, em relação aos protestos que podem afetar as suas exportações, de acordo com a imprensa especializada.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em agosto terminaram o dia a US$ 2,10 o galão, com leve alta de US$ 0,03, enquanto os de gás natural com vencimento no mesmo mês perderam US$ 0,04, até US$ 2,75 por cada mil pés cúbicos.