PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Comissária europeia e ministro uruguaio confirmam pendências de UE e Mercosul

19/11/2018 15h03

Bruxelas, 19 nov (EFE).- A comissária europeia de Comércio, a sueca Cecilia Malmström, e o ministro de Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, confirmaram nesta segunda-feira em reunião em Bruxelas, na Bélgica, que ainda há assuntos pendentes para resolver na negociação de um acordo de associação entre União Europeia (UE) e Mercosul.

"Nossas equipes fizeram muito trabalho na semana passada, mas ainda há coisas para resolver", reconheceu Malmström no Twitter, ao informar sobre seu encontro com Nin Novoa.

Desde a segunda-feira da semana passada acontece em Bruxelas uma nova rodada de negociações para o acordo, que inclui um tratado de livre-comércio.

Fontes da UE disseram à Agência Efe que as conversas técnicas continuarão até amanhã, terça-feira.

A reunião com Nin Novoa se concentrou em "fazer um balanço" da situação das negociações em curso e dos "bons progressos realizados na rodada da semana passada", afirmou Malmström na rede social.

"Ainda há assuntos pendentes nas conversas, mas espero que possamos encontrar soluções em breve", afirmou a comissária sueca.

Entre os assuntos sensíveis que ainda impossibilitam fechar o acordo estão as indicações geográficas, o setor automotivo e o de laticínios e a oferta da UE de "acesso ao mercado de produtos".

A UE e o Mercosul negociam este acordo com base em três pilares - o diálogo político, a cooperação e o livre-comércio - desde o ano 2000 com grandes desafios. Com a chegada à reta final das discussões, as duas partes tentam apressar o calendário para, se não fecharem o acordo, tê-lo o mais avançado possível antes da posse do novo presidente do Brasil em janeiro.

Segundo os europeus, o presidente eleito Jair Bolsonaro deu a entender que quer reabrir capítulos do acordo que já foram fechados na negociação.