ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Latino-americanos compram cada vez mais na Black Friday e na Cyber Monday

21/11/2018 16h17

Miami, 21 nov (EFE).- As compras durante a Black Friday e a Cyber Monday na América Latina crescem de maneira constante a cada ano, e em países como Chile de uma forma mais acentuada, segundo um estudo realizado pela companhia Visa.

Realizado em sete países latino-americanos (Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Panamá, Peru e República Dominicana), o estudo se baseia nas transações feitas com os meios de pagamento eletrônico da Visa na Black Friday e na Cyber Monday de 2017.

As transações nos países analisados cresceram 12% na Black Friday e 11% na Cyber Monday em relação a 2016, segundo o estudo elaborado pela Visa Consulting & Analytics (VCA).

Gilberto Chaparro, diretor sênior da VCA, afirmou à Agência Efe que o consumo nos dois dias de desconto seguidos ao Dia de Ação de Graças, medido através das transações dos titulares de cartões Visa, teve curva ascendente na América Latina e é uma tendência que "deve continuar a ser observada" neste ano.

Quanto aos dois dias de descontos, o mais popular é a Black Friday. Nos últimos três anos, em média, as compras feitas nesse dia foram 1,6 vez maiores do que as registradas na segunda-feira seguinte.

No Brasil, as compras pagas com Visa aumentaram 9% na Black Friday e 5% na Cyber Monday de 2017.

O Chile, que por um lado é o líder dos pagamentos "sem contato" na América Latina, aparece no estudo como o país onde houve maior crescimento.

Na Black Friday de 2017, as compras dos chilenos subiram 59% em relação a 2016, e na Cyber Monday cresceram ainda mais: 63%.

Outros números importantes são o crescimento de 35% registrado no Panamá na segunda-feira cibernética e os aumentos de 22% e 21% experimentados na Colômbia e no Peru, respectivamente, na Black Friday.

A Costa Rica foi uma exceção, pois não houve crescimento na segunda-feira cibernética, mas, ao contrário, as compras na Black Friday aumentaram 3%.

A República Dominicana registrou crescimento de 7% na Black Friday e de 5% na Cyber Monday.

O estudo revela também que as compras virtuais nesses dois dias cresceram 6% no ano passado.

Do total de compras totais da Black Friday nos sete países, 15% corresponderam ao comércio eletrônico.

Durante a Black Friday de 2017, o maior faturamento nos países analisados ocorreu em lojas de departamento, eletrodomésticos e presentes, enquanto na Cyber Monday as que mais ganharam foram as de livros e de artigos eletrônicos.

Outro aspecto analisado no estudo é a proporção do uso de cartões de débito ou crédito.

Chaparro disse à Efe que o uso dos cartões de débito aumentou nos sete países 16% nas compras da Black Friday. No entanto, no Chile, Panamá e Peru, os aumentos foram superiores ao geral (40%, 35% e 19%, respectivamente).

Para os países analisados, o valor médio das compras feitas com cartão de crédito na Black Friday foi 6% mais alto do que a média de outros meses do ano.

Além disso, o volume total de vendas foi 69% mais alto na Black Friday de 2017 do que no resto de dias do mês de novembro.

Mais Economia