PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Governo dos EUA entra em contato com principais bancos após quedas na bolsa

24/12/2018 13h28

Washington, 24 dez (EFE).- O secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, conversou ontem, por telefone, com os diretores dos seis principais bancos americanos, em uma tentativa de passar tranquilidade após uma semana de perdas em Wall Street.

Em nota divulgada nesta segunda-feira, o Tesouro informou que Mnuchin conversou com os diretores-executivos de Bank of America, Citigroup, Goldman Sachs, JP Morgan, Morgan Stanley e Wells Fargo.

Segundo Mnuchin, todos eles afirmaram que tem "ampla liquidez disponível para fazer empréstimos aos consumidores, para o mercado financeiro e outras operações de mercado".

O titular do Tesouro deve se reunir com o grupo de trabalho sobre mercado financeiro do governo, uma entidade que inclui a junta de integrantes do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, assim como a Comissão de Títulos e Câmbios (SEC).

"Seguimos vendo um importante crescimento na economia dos EUA, com uma robusta atividade dos consumidores e das empresas", afirmou o secretário de Tesouro no comunicado.

Atualmente, os EUA vivem um bom momento econômico, com uma taxa de desemprego de apenas 3,7%, a menor em quase 50 anos, e uma inflação perto da meta atual do governo, de 2%.

No entanto, nos últimos meses, Wall Street deu sinais de enfraquecimento. O Dow Jones Industrial, principal indicador da Bolsa de Nova York, caiu 12% desde outubro.

A situação deixa Trump preocupado. Segundo a imprensa local, o presidente está cogitando demitir o atual presidente do Fed, Jerome Powell, depois de a entidade elevar as taxas de juros do país.

Mnuchin negou os rumores neste fim de semana e afirmou que Trump não demitirá Powell. EFE