PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Produção de aço na Argentina aumenta 11,6% em 2018

21/01/2019 22h08

Buenos Aires, 21 jan (EFE).- A produção de aço na Argentina aumentou para 5,16 milhões de toneladas em 2018, 11,6% a mais que no ano anterior, embora a queda no setor da construção pela crise econômica, entre outros, tenha freado esta tendência, segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pela Câmara Argentina do Aço.

O volume de ferro primário produzido foi de 3,79 milhões de toneladas, 11,4% a mais que em 2017, enquanto a produção de laminados a quente se situou em 4,76 milhões de toneladas, 3,8% a menos que no ano anterior, e a de laminados a frio, em 1,26 milhão de toneladas, uma queda de 5,7%.

Apesar dos itens de aço e de ferro apresentarem um balanço positivo no acumulado do ano, registram números vermelhos no mês de dezembro, o que a patronal siderúrgica atribuiu ao fato de que o setor da construção "continuou com sua tendência negativa, transitando a última parte do ano com muito baixa atividade" pela falta de obras públicas e hipotecas.

Por sua vez, o segmento automotor fechou o ano com uma leve queda de 1,4%, sustentado pela exportação, que cresceu 28,5% no ano, com 69% dos embarques destinados ao Brasil.

Já o mercado de maquinaria e implementos agrícolas finalizou o ano com um nível de atividade muito baixo, embora a patronal espere um incremento a partir de abril e maio, com a nova colheita.

Por último, a Câmara do Aço indicou que o setor de eletrodomésticos foi um dos segmentos que mais sofreu durante a segunda metade do 2018, enquanto o da energia mantém sua demanda interna pelos investimentos nas jazidas de hidrocarbonetos de Vaca Muerta, no sul do país. EFE