PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Fed cita "variadas incertezas" para justificar pausa em aumentos dos juros

20/02/2019 19h22

Washington, 20 fev (EFE).- O Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, optou por dar uma pausa na política de aumentos progressivos dos juros em sua reunião do final de janeiro em resposta à crescente incerteza em relação às perspectivas econômicas do país.

"Os participantes apontaram uma variedade de considerações que respaldaram o enfoque paciente de uma política monetária neste ponto como um passo adequado na hora de conduzir vários riscos e incertezas nas perspectivas", diz a ata da reunião de 30 de janeiro do Comitê de Mercado Aberto do Fed (Fomc), divulgada nesta quarta-feira.

Além disso, os membros do Fed ressaltaram que as futuras altas antes do final deste ano só seriam justificadas se ocorrerem um notável aumento nas pressões inflacionárias.

Devido à paralisação do governo americano durante cinco semanas no começo do ano em função da disputa orçamentária entre o presidente Donald Trump e a oposição no Congresso pela aprovação de verbas para a construção de um muro na fronteira com o México, ainda não foram divulgados grandes dados econômicos como a evolução do PIB e a balança comercial.

Na próxima semana será divulgado o primeiro dado avançado da evolução da atividade econômica americana em 2018, que os analistas situam em torno de 3% anual.

O Fed manteve os juros no patamar de 2,25% a 2,5% em sua primeira reunião de 2019 e reiterou a necessidade de manter este planejamento sem grandes mudanças.

A próxima reunião sobre política monetária do banco central dos EUA está prevista para os dias 19 e 20 de março. EFE