PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Brasileira WDC Networks anuncia internacionalização com negócios na Colômbia

26/02/2019 09h59

São Paulo, 26 fev (EFE).- Empresa pioneira no Brasil nos investimentos em tecnologia IP, a WDC Networks anunciou hoje (26) o início de suas operações na Colômbia durante a Andina Link 2019, evento de referência das indústrias de telecomunicações e tecnologias convergentes da América Latina, que acontece em Cartagena das Índias.

Esse tipo de tecnologia é responsável por trafegar dados em rede, especialmente para as áreas de segurança e monitoramento.

"O país precisa de bons distribuidores, e nós levaremos as soluções de ponta que oferecemos aqui no Brasil. Nossa previsão de crescimento em 2019 é de mais de 50% e vamos contar em grande parte com as vendas na Colômbia", afirmou em comunicado Vanderlei Rigatieri, CEO da WDC Networks.

Em 2018, a empresa ultrapassou a marca dos R$ 400 milhões em faturamento e, além da matriz brasileira, conta com um escritório nos Estados Unidos.

Rigatieri explicou que a decisão se deve ao crescimento dos negócios de banda larga em países latino-americanos, com a crescente instalação de redes de fibra ótica FTTH.

"Temos a experiência em atender mais de 1000 provedores regionais (...). Pretendemos levar essa experiência para toda a América Latina, começando justamente pela Colômbia, que vive um momento econômico intenso e seguro para investimentos", disse.

Segundo a empresa, a decisão de fazer o anúncio durante a Andina Link 2019 - que ocorre até quinta feira (28) - é estratégica, uma vez que o evento aproxima empresas, governo e os atores mais relevantes do setor tecnológico.

"A Andina Link reúne os mais altos níveis da inteligência competitiva tecnológica, tomadores de decisão da esfera governamental e, é claro, as grandes empresas. Vamos aproveitar a ocasião para formalizar junto ao mercado latino-americano a nossa internacionalização", contou.

De acordo com o comunicado, o foco da WDC Networks durante a Andina Link 2019 será conhecer os provedores de internet regionais colombianos e latino-americanos, mercado que segue em expansão. "Levaremos para a feira as linhas de produtos que vendemos no Brasil e vamos identificar, in loco, quais são as que têm melhor aderência no mercado local"

Rigatieri também representará a empresa no evento durante a apresentação "IOT - Internet das cosas en el papel estrategico dos ISP's" na manhã de quarta-feira (27). EFE