PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Caracas se recupera de apagão, mas parte da Venezuela continua às escuras

28/03/2019 11h57

Caracas, 28 mar (EFE).- A cidade de Caracas começou a recuperar nesta quinta-feira o fornecimento de energia elétrica depois do apagão que começou na segunda-feira, embora uma boa parte da Venezuela continue sem fornecimento.

O serviço já está disponível no oeste da capital do país, onde estão localizados os poderes púbicos, e no leste.

No entanto, a cidade amanheceu praticamente paralisada pelo terceiro dia consecutivo, atendendo à suspensão geral de atividades ordenada pelo Governo de Nicolás Maduro e pela dificuldade da população de realizar pagamentos através dos canais eletrônicos.

O metrô de Caracas, vital para a mobilização de passageiros diante do colapso do transporte público, continua fora de serviço, por isso que foi ativado um "plano de contingência" com ônibus que realizam sem custo as rotas das três linhas subterrâneas.

Segundo anúncios, a falta de energia elétrica continua em parte dos estados de Mérida e Trujillo, e quase totalmente em Zulia e Táchira, dois territórios frequentemente afetados pelas falhas no sistema elétrico no país.

O serviço é intermitente nas regiões de Aragua, Carabobo, Vargas e Miranda, no centro-norte da Venezuela, assim como nos estados de Guárico, Barinas e Cojedes.

A Venezuela sofreu na segunda-feira um corte elétrico que deixou boa parte do país às escuras, o segundo em grande escala em menos de 30 dias.

De acordo com o Governo de Maduro, a falha aconteceu devido a uma sabotagem na usina hidrelétrica de Guri, a mais importante do país, e ao posterior incêndio do pátio de geradores desta instalação.

O líder disse que o incêndio foi causado pelo ataque com fuzil a um dos geradores e antecipou que iniciará um programa de racionamento de energia elétrica. EFE