PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dow Jones fecha em alta de 0,44%

10/05/2019 18h19

Nova York, 10 mai (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em alta de 0,44%, encerrando uma semana ruim para o mercado devido às tensões comerciais entre Estados Unidos e China, mas que se salvou no último momento depois que o presidente americano, Donald Trump, anunciou que as conversas entre os países continuam.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 114,01 pontos e chegou a 25.942,37. Já o seletivo S&P 500 avançou 0,37%, até 2.881,40, enquanto o índice composto da Nasdaq subiu 0,08%, para 7.916,94 pontos.

A maioria dos setores terminou também em terreno positivo com o de serviços públicos à frente, com 1,73%, seguido pelo de materiais básicos (1,27%) e pelo de bens essenciais (1,17%).

Por outro lado, o único setor que fechou o último dia semana com números vermelhos foi o sanitário (-0,07%).

O pregão nova-iorquino viveu grande parte da jornada em clima de pessimismo diante das declarações do presidente Trump de que poderia manter as tarifas sobre importações da China durante um longo período.

Isto se somou à acusação de Trump na quarta-feira contra a China, responsabilizando o gigante asiático de romper o princípio de acordo comercial com os EUA.

No entanto, novas declarações do presidente americano, nas quais assegurou que as conversas comerciais com a China continuarão e que sua relação com seu homólogo chinês, Xi Jinping, se mantém forte, serviram de incentivo ao mercado, que acabou salvando a jornada e terminando em terreno positivo.

Nesse sentido, o vice primeiro-ministro da China, Liu He, está em Washington liderando uma delegação que participa de uma nova rodada de negociações.

Além das tensões entre Washington e Pequim, que monopolizaram a atenção dos investidores, a jornada desta sexta-feira foi marcada pela estreia na bolsa da Uber, cujas ações terminaram o dia muito abaixo do seu preço de saída.

No toque final do sino, as ações da Uber valiam US$ 41,60, uma queda de 7,56% em relação ao seu preço de saída, definido ontem em US$ 45.

Entre as 30 empresas que cotam no Dow Jones Industrial, a Walmart liderou os lucros com uma alta de 2,38%, na frente de Procter & Gamble (1,70%), Coca-Cola (1,67%) e Travelers (1,30%).

Por outro lado, as perdas foram puxadas pela Apple (-1,39%), seguida por Intel (-0,90%), Walgreens (-0,26%) e Merck (-0,18%).

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.286,50, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a 10 anos avançava até 2,467%. EFE