IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Trump mantém ameaça de tarifar quase todos produtos importados da China

13/05/2019 17h52

Washington, 13 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçou nesta segunda-feira a ameaça de sobretaxar os US$ 325 bilhões em importações da China ainda excluídos do pacote protecionista da Casa Branca na guerra comercial entre os países.

"Temos o direito de impor 25% (de tarifa) sobre outros US$ 325 bilhões, mas ainda não tomei essa decisão", afirmou Trump em breve entrevista coletiva pouco depois de receber o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, na Casa Branca.

As novas ameaças foram feitas poucas horas depois de a China anunciar a aplicação de taxas sobre a importação de 5.140 produtos americanos. A medida foi uma resposta ao aumento de 10% para 25% das tarifas cobradas pelos EUA sobre a compra de US$ 250 bilhões em produtos chineses, anunciado por Trump na sexta-feira.

Trump minimizou o impacto da resposta chinesa sobre os EUA e destacou a solidez da economia americana.

"Gosto da posição na qual estamos. Pode ser que haja represálias, mas serão menores se comparadas às nossas. Fazemos muito menos negócios com eles do que eles conosco", ressaltou Trump.

Em 2018, os EUA exportaram US$ 120 bilhões à China e importaram US$ 540 bilhões.

Os principais indicadores da Bolsa de Valores de Nova York registraram fortes quedas hoje após o aumento das tensões comerciais. O Dow Jones Industrial, por exemplo, caiu 2,38%.

As negociações entre os dois países esfriaram devido ao anúncio de que os EUA elevariam para 25% as tarifas sobre a importação de US$ 250 bilhões em importações da China, rompendo assim uma trégua de mais de seis meses na disputa comercial. EFE

Mais Economia