PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Barril do Texas fecha em alta de 0,3%

15/05/2019 17h05

Nova York, 15 mai (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quarta-feira em alta de 0,3%, cotado a US$ 62,02.

Ao final das operações na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em junho subiam US$ 0,24 em relação ao valor de fechamento da última sessão.

Os contratos futuros do WTI aumentaram nesta quarta-feira devido à preocupação de que as crescentes tensões no Oriente Médio possam afetar as provisões mundiais, uma questão que deixou mais de lado um acúmulo inesperado nos estoques de petróleo dos Estados Unidos.

As reservas de petróleo dos Estados Unidos subiram inesperadamente na semana passada ao seu nível mais alto desde setembro de 2017, enquanto as reservas de gasolina diminuíram mais que o previsto, segundo a Administração de Informação de Energia.

As reservas de petróleo aumentaram em 5,4 milhões de barris, surpreendendo os analistas que esperavam uma diminuição de 800.000 barris.

Em todo caso, o que mais preocupa os investidores é a instabilidade no Oriente Médio e no Estreito de Ormuz, a maior passagem de petroleiros do mundo.

A Arábia Saudita disse ontem que drones armados atacaram duas estações de bombeamento de petróleo, dois dias depois da sabotagem de petroleiros perto dos Emirados Árabes Unidos.

O mercado petroleiro é muito sensível a qualquer ataque à infraestrutura petrolífera nesta região, segundo os analistas, que lembram que esta região representa um terço da produção mundial de petróleo.

Além disso, Washington ordenou hoje a saída de funcionários americanos que não são de emergência das suas missões diplomáticas no Iraque, em sinal de preocupação com as ameaças das forças respaldadas pelo Irã que estariam por trás dos ataques.

Neste contexto de instabilidade, os contratos de gasolina com vencimento em junho subiram US$ 0,03, para US$ 2 o galão, enquanto os de gás natural com vencimento no mesmo mês perderam mais de US$ 0,05, encerrando o dia em US$ 2,60 por cada mil pés cúbicos. EFE