IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Fed diz que pretende manter taxas de juros sem mudanças por "algum tempo"

2019-05-22T17:35:00

22/05/2019 17h35

Washington, 22 mai (EFE).- O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) pretende manter um "enfoque paciente" e deixar as taxas de juros do país no atual patamar "por algum tempo", mesmo se as condições globais continuarem melhorando, segundo a ata da reunião do comitê de política monetária da instituição realizada no início do mês.

"Os participantes observaram que um enfoque paciente na hora de determinar os futuros ajustes na categoria de taxas de juros federais provavelmente continuará sendo apropriado por algum tempo", disse o Fed no documento, publicado com o tradicional intervalo de três semanas.

"Especialmente em um ambiente de crescimento econômico moderado e pressões inflacionárias controladas, mesmo se as condições econômicas e financeiras globais continuarem melhorando", acrescentou o banco central americano.

No encontro de 30 de abril e 1º de maio, o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC), manteve os juros no patamar de 2,25% a 2,5%.

Apesar de ter começado o ano com a expectativa de efetuar dois aumentos da taxa básica nos meses seguintes, o Fed suavizou as perspectivas e agora prevê que 2019 termine sem alteração na política monetária.

Nas últimas semanas, no entanto, cresceram as pressões vindas da Casa Branca e do presidente dos EUA, Donald Trump, para que o banco central diminua os juros para apoiar o crescimento econômico.

Os comentários sobre política monetária de Trump rompem com o tradicional respeito do governo pela independência do Fed.

O Fed rebaixou em março suas perspectivas de crescimento para este ano nos EUA para 2,1%, dois décimos abaixo do cenário vislumbrado no início de 2019. Além disso, previu que a inflação se manteria próxima da meta anual de 2%.

A próxima reunião de política monetária do banco central americano está marcada para os dias 18 e 19 de junho. EFE

Mais Economia