PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Conselho administrativo da Renault diz que estudará oferta de fusão com FCA

27/05/2019 08h33

Paris, 27 mai (EFE).- O grupo Renault anunciou nesta segunda-feira que o Conselho Administrativo decidiu, depois de se reunir nos arredores de Paris, estudar "com interesse" a proposta de fusão recebida por parte da Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

"Após ter revisado atenciosamente os termos desta proposição amistosa, o Conselho Administrativo da Renault decidiu estudar com interesse a oportunidade desta aproximação, que reforça a marca industrial do Grupo Renault e gera valor adicional para a Aliança", afirmou o grupo em comunicado.

O órgão se reuniu nesta segunda-feira, horas depois de confirmar que tinha recebido uma proposta de fusão de 50% de ambas as firmas por parte de Fiat Chrysler.

A empresa comunicou que dará mais informação sobre as conversas "quando chegar o momento de informar ao mercado sobre os resultados", de acordo com as leis e regulamentos correspondentes.

A porta-voz do Governo francês, Sibeth Ndiaye, indicou que o Executivo foi informado sobre a proposta e que poderia apoiá-la sempre que as condições da fusão sejam "favoráveis ao desenvolvimento da Renault e evidentemente aos seus trabalhadores".

Por sua vez, o presidente da Nissan Motor, aliada da Renault no Japão, Hiroto Saikawa, disse hoje estar "aberto ao diálogo" sobre as opções de reforçar a aliança entre a Nissan e a Renault após a proposta de FCA.

Por enquanto, segundo a imprensa, o grupo japonês esteve fora das conversas, embora a cúpula da aliança formada por Nissan, Renault e Mitsubishi prevê se reunir nesta quarta-feira na sede do fabricante japonês em Yokohama (sul de Tóquio) para "trocar opiniões e manter um diálogo construtivo". EFE