PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dow Jones sobe em meio a entusiasmado por avanços entre EUA e China

29/08/2019 19h19

Nova York, 29 ago (EFE).- Wall Street reagiu positivamente nesta quinta-feira às indicações de que a China não deve retaliar a mais recente rodada de tarifas anunciada pelos Estados Unidos na guerra comercial entre os dois países.

O índice Dow Jones Industrial subiu 1,25%, para 26.362,25 pontos. O seletivo S&P 500 avançou 1,27%, para 2.924,58, e o Nasdaq Composite fechou em alta de 1,48%, aos 7.973,39.

O Ministério do Comércio da China disse mais cedo que se opunha ao aumento das tensões comerciais, e o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que as negociações com Pequim continuam a acontecer, mas em "diferente nível", sem explicar o que isso significa.

A guerra comercial se intensificou no começo de agosto, quando a China informou que aplicaria novos encargos sobre US$ 75 bilhões em produtos americanos. Trump então reagiu anunciando que aumentaria as tarifas já aplicadas a produtos chineses a partir de setembro.

Investidores também comemoraram os bons resultados do crescimento econômico dos EUA no segundo trimestre, de 2%. Embora tenha sido menor do que o esperado pelos analistas (2,1%), o dado mostra a boa saúde da economia americana e um grande papel do consumo interno.

No Dow Jones, as principais altas de hoje foram das ações de Caterpillar (2,50%), Home Depot (2,41%), Intel (2,36%) e JPMorgan Chase (2,42%). As piores quedas foram dos papéis de Johnson & Johnson (0,37%), Procter & Gamble (-0,19%) e Coca-Cola (-0,13%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.535,40, e a rentabilidade dos treasuries de dez anos subia para 1,498%. EFE