Topo

Em expectativa sobre juros, Dow Jones sobe pelo 9º pregão seguido

17/09/2019 18h38

Nova York, 17 set (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em alta pelo nono pregão consecutivo em meio à expectativa dos investidores sobre a reunião sobre política monetária do Federal Reserve (Fed), que termina amanhã e após a qual pode ser anunciado um novo corte nos juros de referência nos Estados Unidos.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 33,98 pontos e chegou a 27.110,80. O seletivo S&P 500 subiu 0,26%, para 3.005,70, e o índice composto da Nasdaq avançou 0,40% e fechou aos 8.186,01 pontos.

O pregão de ontem foi marcado pelas preocupações com os preços internacionais do petróleo, que sofreram a maior alta diária em quase 11 anos (14,8%) por causa dos ataques cometidos no sábado por drones a duas refinarias da companhia estatal Aramco, da Arábia Saudita. Rebeldes houthis do Iêmen assumiram a autoria, mas os Estados Unidos disseram que o Irã estaria por trás dos bombardeios, o que foi negado pela república islâmica.

Porém, hoje, essas preocupações diminuíram após o ministro da Energia saudita, o príncipe Abdulaziz bin Salman, afirmar que a produção de petróleo do reino devem voltar em breve aos níveis anteriores ao ataque.

Com isso, as atenções dos investidores se voltaram à reunião de dois dias do Fomc (Comitê Federal do Mercado Aberto do Federal Reserve), que amanhã tomará uma decisão sobre o rumo dos juros nos EUA. Analistas americanos acreditam que o banco central fará a segunda redução consecutiva e que ela será de 25 pontos básicos.

No Dow Jones, as principais altas foram dos títulos de Boeing (1,41%), American Express (1,20%), McDonald's (1,18%) e Procter & Gamble (1,18%). As quedas mais acentuadas foram das ações de Dow (-2,06%), Cisco (-1,10%), 3M (-0,94%), Pfizer (-0,90%) e Walgreens (-0,90%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.509,70, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos diminuía para 1,808%. EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia