PUBLICIDADE
IPCA
1,15 Dez.2019
Topo

Boeing assina contrato de US$ 1 bilhão para modernizar aeronaves da Otan

Foto mostra o interior de uma aeronave Boeing E-3A Airborne Warning & Control System (AWACS) - ARIS OIKONOMOU / AFP
Foto mostra o interior de uma aeronave Boeing E-3A Airborne Warning & Control System (AWACS) Imagem: ARIS OIKONOMOU / AFP

27/11/2019 13h40

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) assinou um contrato de US$ 1 bilhão (R$ 4,2 bilhões) com a Boeing nesta quarta-feira para modernizar a frota de aeronaves do Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS), com o objetivo que continuem operacionais até 2035.

"O AWACS tem sido nossos olhos no céu, apoiando nossas operações aéreas há décadas. Desde a patrulha dos céus americanos no 11 de setembro até nossas operações no Afeganistão e como parte da coalizão global contra o Estado Islâmico", disse o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, que confirmou que a agência continuará sendo um "líder em tecnologia".

Stoltenberg assinou o acordo com o presidente da Boeing International, Michael Arthur, enfatizando que sua empresa irá trabalhar em parceria com companhias europeias.

No total, 16 dos 29 aliados, de ambos os lados do Atlântico, financiam essa modernização, incluindo a Espanha, e empresas da Europa e América do Norte participam no seu desenvolvimento.

O AWACS é um do pouco recurso de propriedade da Otan. Essas aeronaves fornecem à Aliança vigilância aérea, comando e controle, gerenciamento do espaço de batalha e comunicações.

Economia