PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Índices de Wall Street sobem em meio a tensão entre EUA e Irã

06/01/2020 19h35

Nova York, 6 jan (EFE).- Os três principais índices de Wall Street fecharam em alta em uma segunda-feira marcada pelo aumento da tensão no Oriente Médio após o ataque dos Estados Unidos que matou o principal líder militar do Irã na última quinta.

O Dow Jones Industrial subiu 0,24%, para 28.703,42 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 0,35%, para 3.246,30, e o Nasdaq Composite registrou alta de 0,56%, para 9.071,46.

A bolsa de Nova York vive dias de incertezas à espera de anunciadas represálias por parte do Irã pela morte do general Qasem Soleimani, comandante da Força Quds, unidade especial dos Guardiões da Revolução Islâmica.

Alguns analistas do mercado apontam para a possibilidade de que investidores adotem uma posição defensiva, provocando uma grande venda de ações, e que Wall Street possa sofrer um abalo, especialmente após uma rápida valorização ocorrida em dezembro. Neste caso, a situação no Irã e no Oriente Médio como um todo seria um "catalisador" para que esse fenômeno aconteça.

Hoje, porém, o saldo em Wall Street foi positivo. No Dow Jones, as maiores altas foram das ações de McDonalds (1,12%), Goldman Sachs (1,02%), Walgreens (0,86%), Apple (0,8%), Exxon (0,77%), UnitedHealth (0,69%) e Home Depot (0,47%). As piores quedas foram dos papéis de Walt Disney (-0,58%), American Express (-0,43%), Dow (-0,4%), Chevron (-0,34%) e Intel (-0,28%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.568,20, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos aumentava para 1,802%. EFE