PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Wall Street tem quedas em dia de notícias negativas sobre empregos nos EUA

10/01/2020 21h01

Nova York, 10 jan (EFE).- Os três principais índices de Wall Street fecharam em baixa nesta sexta-feira, um dia após estabelecerem recordes positivos, em um pregão influenciado por notícias sobre o mercado de empregos nos Estados Unidos que decepcionaram os investidores.

O índice Dow Jones Industrial, que chegou a operar hoje acima de 29 mil pontos pela primeira vez na história, caiu 0,46%, para 28.823,43 pontos. O seletivo S&P 500 recuou 0,29%, para 3.265,34, e o Nasdaq Composite fechou em baixa de 0,27%, aos 9.178,86.

Os investidores reagiram negativamente à notícia de que o número de empregos criados nos EUA aumentou em dezembro em 145 mil postos, em vez dos 160 mil esperados por economistas entrevistados previamente pelo Dow Jones.

Também repercutiu mal o dado de crescimento interanual de salários em dezembro, que pela primeira vez desde julho ficou abaixo de 3%, com 2,9%, inferior à expectativa de 3,1%.

Além destas questões, analistas mostram preocupação com os níveis de gastos dos consumidores americanos e com o risco de uma possível desaceleração econômica.

Em relação às tensões entre EUA e Irã, o dia foi bem menos turbulento do que os anteriores na Bolsa de Nova York. A notícia que mais repercutiu entre os investidores foi a de novas sanções econômicas do governo americano contra o país persa, além das que tinham sido anunciadas na quarta-feira.

No Dow Jones, as piores quedas foram das ações de Boeing (-1,91%), Travelers (-1,53%), Dow Inc (-1,32%) e United Technologies (-1,17%). As maiores altas foram dos papéis de Pfizer (1,54%), Coca-Cola (0,34%), UnitedHealth (0,31%) e Visa (0,27%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.562, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos caía para 1,82%. EFE