PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Empresa alemã fechada após registro de 14 casos de coronavírus é reaberta

12/02/2020 14h44

Berlim, 12 fev (EFE).- A Webasto, empresa de componentes automotivos sediada na Alemanha, que registrou entre funcionários 14 dos 16 casos de coronavírus no país, reabriu as portas nesta quarta-feira, após duas semanas fechada.

O diretor executivo da companhia, Holger Engelmann, concedeu uma rápida entrevista coletiva, garantindo estar satisfeito com a possiblidade de reabrir as portas, e agradeceu aos empregados por terem seguido trabalhando de casa.

A Webasto, sediada na cidade de Stockdorf, na Baviera, foi fechada de maneira preventiva, conforme o próprio Engelmann. A medida foi tomada em 29 de janeiro, depois do registro do primeiro caso da chamada pneumonia de Wuhan, que foi sucedido por outros 13.

A origem dos contágios foi a presença de uma profissional chinesa, que estava doente e que havia viajado para a Alemanha, onde iria dar uma curso de capacitação na companhia.

Engelmann lembrou que a Webasto ficou fechada durante duas semanas, por se tratar do período recomendado de quarentena, que corresponde à incubação do vírus. Além disso, afirmou que os esforços foram para identificar outros possíveis infectados.

O diretor executivo contou que durante o fechamento da companhia, foram realizados exames em mais de 200 funcionários, para identificar qualquer caso, e garantiu que foi possível "romper a cadeia de contágios".

Além disso, Engelmann destacou que todas as instalações da Webasto foram desinfectadas por uma empresa especializada.