PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Lançamento da Disney é adiado na França devido ao novo coronavírus

23/03/2020 18h14

Paris, 23 mar (EFE).- A plataforma de streaming Disney+ não será lançada nesta terça-feira na França, como no resto da Europa, mas somente daqui a duas semanas, a pedido do governo francês, para não sobrecarregar a rede em meio ao confinamento causado pela Covid-19.

O ministro da Economia, Bruno Le Maire, entrou em contato com o novo CEO da Disney, Bob Chapek, na última sexta-feira, para solicitar o adiamento, conforme publicou nesta segunda-feira o jornal francês "Le Figaro".

Diante dos avisos das operadoras de telecomunicações, o governo francês considerou que havia um risco de saturação da rede, já carregada pelas pessoas que estão em "home office".

Todos os servidores apreciaram a decisão da Disney, que lhes dá tempo para se adaptarem à chegada de seu novo produto, que pode atrair vários milhões de clientes, como já aconteceu nos Estados Unidos, onde em 24 horas a plataforma "seduziu" 10 milhões de usuários.

O secretário de Estado da Economia Digital, Cédric O, explicou ao "Le Figaro" que a chegada da Disney+ coincide com o pedido feito aos franceses para moderar o uso da internet durante o confinamento, que começou no último dia 17 no país.

Ele disse que, por enquanto, a França não corre o risco de saturação, mas "as coisas podem evoluir muito rapidamente".

Em uma semana, o tráfego da Internet aumentou de 30 para 50% e, no caso da Netflix, por exemplo, dobrou, o que levou as operadoras a recomendar aos usuários o uso da conexão por Wi-Fi, ao invés das redes móveis para evitar a saturação.