PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

Papa Francisco recebe ministro da Economia da Argentina em audiência privada

14/04/2021 15h52

Roma, 14 abr (EFE).- O papa Francisco recebeu nesta terça-feira, em audiência privada em Roma, o ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, que está em viagem oficial à Europa em busca de apoio para renegociar a dívida do país com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O pontífice encontrou-se com seu compatriota no palácio apostólico, onde tinha acabado de realizar a audiência geral das quartas-feiras, que por conta da pandemia acontece sem fiéis e na biblioteca.

Após o encontro, Francisco cumprimentou toda a delegação que acompanha Martín nesta viagem: o diretor do FMI da Argentina e do Cone Sul, Sergio Chodos, e a chefe de gabinete do Ministério da Economia, Melina Mallamace, além da embaixadora junto à Santa Sé, María Fernanda Silva.

Antes, o ministro se reuniu com o presidente da Pontifícia Academia das Ciências Sociais (PACS), o bispo argentino Marcelo Sánchez Sorondo.

Guzmán esteve no Vaticano em fevereiro do ano passado, quando a Santa Sé organizou um fórum sobre economia sustentável e inclusão para o qual convidou ministros da Economia e Finanças de vários países, além da diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva.

Este fórum e o discurso do papa foram interpretados como uma espécie de "aval" aos pedidos da Argentina para a renegociação de sua dívida.

Na ocasião, embora sem citar expressamente o país, Francisco afirmou que "as dívidas contraídas" não podem ser pagas "com sacrifícios insuportáveis" e que "nestes casos é necessário encontrar meios de reduzir, atrasar ou extinguir a dívida, compatíveis com o fundamento direito dos povos à subsistência e ao progresso", afirmou.

Ainda hoje, Martín Guzmán pretende se reunir com o ministro da Economia italiano, Daniele Franco, para "continuar construindo um consenso sobre o que a Argentina precisa para estabilizar sua economia", segundo um comunicado oficial.

Guzmán iniciou sua viagem pela Europa no último domingo com um encontro em Berlim com o ministro da Economia alemão, Peter Altmaier, com quem analisou "o andamento das relações comerciais entre os dois países e o desenvolvimento das energias renováveis".

Além disso, também se reuniu com o secretário do Ministério da Fazenda, Wolfgang Schmidt, com quem falou "sobre o processo de estabilização da economia argentina e o apoio que o país precisa para finalizar um novo programa com o FMI".

Amanhã, Guzmán chegará a Madri, onde tem uma reunião agendada com a ministra da Economia e segunda vice-presidente do Governo da Espanha, Nadia Calviño, enquanto na sexta-feira, em Paris, se encontrará com o ministro francês Bruno Le Maire.