Bolsas

Câmbio

Abraciclo: financiamento bancário toma fatia do mercado de consórcios de motos

Francisco Carlos de Assis

São Paulo

Os financiamentos bancários e os parcelamentos no cartão de crédito dos valores das motocicletas tomaram uma fatia significativa do mercado de consórcios destes veículos, disse o diretor executivo da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), José Eduardo Gonçalves.

Segundo o executivo, esse comportamento de mercado é algo que preocupa a Associação que, junto com as montadoras afiliadas, está se esforçando em ações que visam a ampliação dos consórcios nas vendas de motocicletas no País. Hoje, as vendas financiadas pelos bancos e parcelamentos no cartão de crédito respondem por 38% de todas as vendas. Os consórcios, estão com 30%.

"Há um ano, as vendas eram divididas igualmente em um terço para cada modalidade de financiamento das motocicletas", disse Gonçalves. Em 2011, 60% das vendas eram financiadas por bancos e cartões e 40% das vendas eram feitas pelos consórcios.

A explicação, de acordo com ele, é que está sendo um esforço muito grande dos bancos de montadoras para financiar as vendas principalmente neste momento em que o consumidor está, aos poucos, colocando suas contas em ordem.

"A liberação dos recursos das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é uma alternativa para o consumidor colorar suas finanças em dia", observou o diretor da Abraciclo. Segundo ele, o consórcio sempre esteve presente neste mercado e a intenção é mantê-lo forte.

"É contraditório porque 85% dos compradores de motocicletas são pessoas das classes C, D e E, que estão ainda tentando organizar suas contas e apenas 15% são das classes A e B", observou Gonçalves. Hoje existem 2,5 milhões de cotas de consórcios de motos ativas de um total de cerca de 5,5 milhões de cotas totais de consórcios no Brasil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos