PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Impacto da greve no crescimento econômico deve ser 'reduzido', diz Guardia

Lorenna Rodrigues, Adriana Fernandes e Anne Warth

Brasília

28/05/2018 12h34

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou que o impacto da greve dos caminhoneiros no crescimento econômico de 2018 deve ser "reduzido" porque, apesar de ter sido um choque forte, foi em um prazo curto. Ele disse ainda não ter estimado os efeitos no Produto Interno Bruto (PIB) deste ano.

"O impacto sobre o crescimento é reduzido porque foi concentrado no tempo ainda que forte. O fundamental é que, com a retomada do transporte, em alguns dias normaliza o abastecimento e o funcionamento da economia", afirmou Guardia.

O ministro ressaltou ainda que não deverá haver grande impacto na inflação, já que, uma vez normalizado o abastecimento, não há motivos para os preços continuarem fora do patamar normal. "O impacto é temporário, não deveria alterar a tendência de comportamento do preço", completou.